Viva Oportunidade turbina mercado de trabalho

A partir da próxima terça-feira (15) estará disponível à população o aplicativo Viva Oportunidade, criado através de uma parceria entre o Viva Rio e a Prefeitura de Macaé para oferecer alternativas de profissionais autônomos a quem quer contratar um serviço referenciado e com bom custo benefício no município. Com apenas um clique, será possível escolher os melhores entre as 100 categorias disponibilizadas no portal, como bombeiros hidráulicos, eletricistas, churrasqueiros e DJs.

Criada para enfrentar o desemprego, a ferramenta, que pode ser acessada pelos sistemas Android e IOS (Apple), vai ajudar profissionais autônomos a alavancar seus próprios negócios e a enfrentar a crise econômica. A ideia é desenvolver uma rede colaborativa de prestadores de serviço através de uma plataforma web, para criar oportunidades de trabalho, geração de renda e empreendedorismo.

Conforme explicou Alexandre Fernandes, coordenador regional do Viva Rio Macaé, os interessados podem conhecer pessoalmente os profissionais cadastrados antes de contratá-los. “É só entrar na página do aplicativo e clicar em cadastrar-se, colocar as informações pessoais, explicar qual o tipo de serviço será disponibilizada e ainda pode ser incluída uma foto, diplomas e certificados”, orienta.

Vitor Madeira_Viva Rio (6)

Alexandre Fernandes, do Viva Rio Macaé | Foto: Vitor Madeira

Todas as informações fornecidas pelos cadastrados serão checadas para dar maior segurança aos que acessaram o serviço virtual de empregos.

O programa também oferece qualificação profissional através de três frentes: Formação Profissional, Empreendedorismo e Fomento. Na primeira, há um processo de formação continuada para aprimoramento da rede de profissionais com vídeos online e parceiras com a AGETRAB (Agência de Trabalho, Educação Profissional e Renda)/CETEP (Centro de Educação Tecnológica e Profissionalizante) para aulas presenciais.

No Empreendedorismo, é fortalecido o processo de formalização dos prestadores de serviço através do MEI (Micro Empreendedor Individual) pela Casa do Empreendedor/FUMDEC (Fundo Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social). No Fomento, são proporcionadas oportunidades de desenvolvimento, através do programa de microcrédito produtivo orientado pelo FUMDEC, via programa Macaé Acredita.

Vale lembrar que o mercado de vendas pela Internet teve um crescimento de 26% em 2015, o que só ajuda a enfatizar o potencial da nova ferramenta.

play_video_site_vivaoportunidade
(Texto: Celina Côrtes|Fotos: Vitor Madeira)

Postado em Notícias na tag .