Sala de leitura e auditório são 8ª ação Omega/Viva Rio

As próximas projeções de filmes, peças, conferências e demais eventos a serem realizados na Escola Conde de Agrolongo, na Penha, na zona Norte do Rio, terão novos equipamentos, cadeiras e climatização. A inauguração do novo auditório foi a oitava ação na contagem regressiva social para os Jogos Olímpicos 2016, pela parceria Omega/Viva Rio, na noite de quinta-feira (03).

A ação incluiu a Escola Brant Horta, também na Penha, que ganhou nesta sexta-feira (04) uma sala de leitura, computadores e um ‘banho de loja’ no novo espaço. “As crianças tinham de buscar os livros guardados dentro de um armário, agora eles dispõem não apenas de uma sala, como de computadores. Antes nossas máquinas eram alugadas e como arquivavam todo o material da escola, não podíamos liberá-las”, comemora a diretora Claudia Brant Horta.

A Omega, marca de relógios mais famosa do mundo e cronometrista das Olimpíadas, faz uma contagem regressiva social inédita no Rio pré-olímpico, apoiando 12 ações em territórios vulneráveis, a maioria voltada para a primeira infância e a juventude.

A reformulação do auditório da Conde de Agrolongo já mobiliza os alunos. “Estamos programando uma arrecadação de alimentos e roupas. O grupo que arrecadar mais ganha o auditório para uma noite de cinema com pipoca e refrigerantes, cujo filme será escolhido pelos próprios alunos”, planeja Mayara Fernandes Ferreira, 19 anos, aluna do ensino fundamental e membro do grêmio estudantil.

Mayara com diretora

Mayara Ferreira, com a diretora da Conde de Agrolongo, Nádia Moreira|Foto: Amaury Alves

O auditório, com um pequeno palco, foi todo pintado em cor creme, ganhou equipamento Data Show – para projeções em geral, – note book, tela de projeção retrátil, cem novas cadeiras de vinil e dois aparelhos de ar condicionado split. Ou seja, tornou-se um espaço totalmente adaptado a eventos multimídia de última geração.

Pela gestão compartilhada da Conde de Agrolongo, a escola é municipal no período da manhã, com 900 alunos do Ensino Fundamental (de 4 a 14 anos). Das 18h às 22h30, funciona sob gestão estadual, quando reúne 400 alunos divididos entre o Ensino Médio Regular (15 a 18 anos) e a Nova Educação de Jovens e Adultos, que abriga estudantes a partir de 19 anos. Algumas turmas têm alunos com mais de 70 anos.

alunos

Os alunos do Ensino Médio no novo auditório da Conde de Agrolongo|Foto: Amaury Alves

Segundo Nádia, o auditório, que funcionava precariamente, é um importante espaço pedagógico, onde os alunos terão a oportunidade de vivenciar o conteúdo programático de forma mais plena, sobretudo com a contribuição dos equipamentos multimídia. A diretora já convocou uma reunião com os alunos e representantes para este sábado (05) no novo auditório,a fim de definir a grade dos projetos que vão ocupá-lo durante o ano.

Já os estudantes da Brant Horta não veem a hora de começar usufruir da nova sala de leitura, que também foi climatizada com dois aparelhos split. Além de poderem consultar os livros da escola e usar os computadores, eles vão dispor de um espaço com pufes, pintado em tons leves e com equipamentos multicoloridos. “Nossos alunos vão adorar”, acredita a diretora.

Além da contagem regressiva social, outra forma de apoio da OMEGA é a campanha #omegavivario. Para cada foto publicada nas redes sociais com um coração e esta hashtag, a OMEGA doará mais 0,16 centavos de dólar para as ações comandadas pelo Viva Rio.

Alunos com coração

A turma da noite faz o coração da campanha Omega/Viva Rio | Foto: Amaury Alves

(Texto: Celina Côrtes|Fotos: Amaury Alves e Paulo Barros)

 

Postado em Notícias na tag .