Residente do Favela Hub, REMOBI ajuda ONGs a serem autossustentáveis

Coworking do Favela Hub reúne empreendedores de diversas áreas com o objetivo de potencializar negócios de impacto social

Produtor musical há muitos anos, Marcelo Rainho é um dos criadores da REMOBI Negócios Sociais, empresa cuja missão é transformar instituições sem fins lucrativos em negócios autossustentáveis. A REMOBI é residente do coworking do Favela Hub e tem contribuído para ampliar a rede de parceiros do projeto, conectando empresas e vivências diversas.

“A ideia da REMOBI surgiu da minha formação em produção. Trabalho há muito tempo com produção de eventos, produção musical. A gente criou um projeto em parceria com a Prefeitura do Rio chamado Estúdio Carioca. Essa foi a minha entrada em projetos sociais, somos hoje o maior projeto de produção musical do Brasil, atendendo cerca de 200 artistas por ano, sem custo nenhum”, conta Marcelo.

Marcelo Rainho, produtor musical e um dos fundadores da REMOBI Negócios Sociais

Quando entrou em contato com a realidade de uma ONG, por meio de sua mãe, Marcelo percebeu a importância da gestão criativa e inovadora para garantir a sustentabilidade financeira das instituições sem fins lucrativos. “Vi que lá tinha muito espaço ocioso, mal divulgado e eles não sabiam o que fazer. Chamei um amigo administrador e pensamos em como ajudar, porque o que estava acontecendo ali acontecia com todas as ONGs. Daí a gente desenvolveu a ideia de criar uma gestão de negócios sociais para que as ONGs possam se estruturar e se autogerir”.

Eles começaram a desenvolver um grande projeto de reestruturação na ONG Ressurgir, no Rio Comprido. A instituição será reinaugurada no próximo mês, agora com uma cozinha industrial, uma backup kitchen para a preparação de frios, um ateliê de modas com 15 máquinas de costura, um espaço de coworking social, uma sala de informática para cursos e marketing digital, um estúdio fotográfico de produtos, uma sala de reunião para 10 pessoas e outra para 45 pessoas.

Marcelo passou a ajudar na gestão do Teatro do antigo Espaço Criança Esperança, onde hoje funciona a sede do Viva Rio, e conheceu o Favela Hub. “Achei sensacional. Aqui você pode fazer uma rede dentro da comunidade, tem um material de trabalho competente e uma estrutura boa de trabalho. Tinha tudo a ver com a ideia da REMOBI”.

De acordo com ele, a ideia do Favela Hub de reunir pessoas com diferentes experiências e trajetórias foi o que mais atraiu a empresa. “Juntar essas pessoas todas num lugar só pra trocar ideias e disso criar uma rede. Essa rede pode vir a criar frutos e trabalho pra todo mundo”. Além de promover workshops e consultorias de marketing digital no espaço, a REMOBI tem ajudado a ampliar o networking do Favela Hub levando seus próprios parceiros para a rede.

“O mais interessante do Favela Hub são as pessoas que estão dentro dele. São pessoas de diversas áreas, diversas vivências que se conectam numa situação que nunca iriam se conectar”.

 

Inovação e empreendedorismo na favela

Polo de inovação social do Viva Rio, o Favela Hub é um espaço de troca e geração de conhecimento na comunidade do Cantagalo-Pavão-Pavãozinho, que existe para oferecer apoio, recursos e oportunidades a quem quer aprender e empreender.

O Favela Hub tem um espaço de coworking para negócios locais e empreendedores sociais, oferecendo consultoria para planejamento financeiro, apoio em marketing e relação com a comunidade. Conheça o trabalho do Favela Hub no Facebook e Instagram.

 

Saiba mais sobre os residentes do Favela Hub:

Lady Guides

Mototaxi Saint Roman

Postado em Notícias na tag , , , , .