Hospital Ronaldo Gazolla celebra Dia da Prematuridade

A fantasia destinada a cada bebê prematuro simbolizou o que eles realmente são: super-heróis. Os bebês internados na UTI Neonatal da Maternidade Mariana Crioula, no Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, em Acari, comemoraram na última quinta-feira (17), ao lado de suas mamães, o Dia Mundial da Prematuridade. A homenagem mostrou que os pequenos são verdadeiros exemplos de força e determinação.

IMG_0098

Os bebês prematuros da UTI Neonatal ganharam fantasias de super-heróis para comemorarem a data | Foto: Lucas Almeida

As roupinhas e símbolos dos super-heróis foram manualmente confeccionados pela equipe da unidade e trouxeram muita alegria aos pais de cada bebê. Daniele de Oliveira, de 31 anos, se emocionou ao ver sua primeira filha, Vitória, em seus primeiros dias de vida, vestida com a fantasia da personagem fictícia de histórias em quadrinhos, Mulher Maravilha. “É maravilhoso ver o carinho e a atenção que minha filha recebe neste lugar. Isso me alegra e traz força para enfrentar os dias difíceis”, disse. A pequena nasceu com 34 semanas e é um dos prematuros internados na unidade.

IMG_0090

Vestida com a fantasia da personagem, Mulher Maravilha, a pequena Vitória emocionou sua mãe | Foto: Lucas Almeida

IMG_0185

A alegria contagiou a equipe multiprofissional responsável pelos cuidados com os bebês prematuros | Foto: Lucas Almeida

A alegria também contagiou a equipe multiprofissional responsável pelos cuidados com os internados. Enfermeiros, médicos, fonoaudiólogos, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, psicólogos e assistentes sociais trabalham em conjunto e garantem aos bebês e à sua família um atendimento integral. Ações como esta mostram de que forma a interação entre os profissionais reflete no estímulo ao desenvolvimento de cada prematuro.

Para a técnica de enfermagem Marcele Borges, 27, essas práticas vão além do cuidado diário e ajudam a superar o momento delicado que os pais enfrentam ao ter um filho prematuro internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). “Juntos nos esforçamos para trazer alegria para essas famílias em um momento como este. Essa é a nossa missão”, explicou. No mesmo dia eles também receberam a visita dos avós, que acontece todas as quintas-feiras à tarde. A prática fortalece a rede de apoio às mães e a inclusão do bebê na família.

IMG_0045

Marcele: “Juntos nos esforçamos para trazer alegria para essas famílias em um momento como este” | Foto: Lucas Almeida

IMG_0171

Os bebês também receberam a visita dos avós, prática que fortalece a rede de apoio às mães | Foto: Lucas Almeida

A incubadora onde estava David Miguel, com apenas 24 dias, também ganhou uma decoração especial. Com a capa do Capitão América, o pequeno mostrou que o olhar carinhoso e o sorriso de sua mãe também são combustíveis para vencer a prematuridade. A mãe, Débora de Lourdes, de 30 anos, disse que estar em contato direto com o filho contribui muito para a sua recuperação. “O nascimento do David foi um milagre. É muito bom estar pertinho dele todos os dias, acompanhando o seu crescimento”, festejou.

IMG_0112

David mostrou que o sorriso de sua mãe traz força para vencer a prematuridade | Foto: Lucas Almeida

O evento também foi marcado por uma palestra educativa para as mães dos pequenos guerreiros. A coordenadora médica da UTI Neonatal, Dóris Majerowicz, falou sobre a importância do acompanhamento dos pais durante a internação dos bebês. “Sabemos que ter um bebê prematuro não é uma tarefa fácil. Tudo o que uma mãe deseja é ver o seu bebê nascer e poder levá-lo para casa. Com o trabalho de cada profissional e a ajuda dos pais, eles se desenvolvem, ganham peso e vencem a prematuridade”, disse. Dóris também falou sobre a importância da realização do pré-natal durante a gestação, na luta para prevenir o parto prematuro.

IMG_0267

Dóris promoveu uma palestra educativa para as mães dos pequenos guerreiros | Foto: Lucas Almeida

A gestão do Hospital Municipal Ronaldo Gazolla é feita pelo Viva Rio, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), desde dezembro de 2015. Antônio Braga, gestor da linha de cuidado materno-infantil da unidade, destacou os esforços da Maternidade Mariana Crioula em valorizar o parto vaginal. “Uma das causas da prematuridade no Brasil são as cesarianas eletivas, feitas com menos de 39 semanas de gestação. Obstetrícia de qualidade e atenção humanizada certamente serão capazes de reduzir as elevadas taxas de prematuridade em nosso país”, disse.

Balões roxos vão enfeitar o ambiente onde os bebês estão internados durante todo o mês de novembro. A cor simboliza a data, criada em 2009 e celebrada em mais de 50 países. “Aproveitamos o dia para estimular os pais a participarem do cuidado com o bebê. Falamos também sobre o contato pele a pele, a importância do aleitamento materno e outras estratégias que contribuam para que o prematuro se mantenha estável e receba alta”, conclui Melissa de Oliveira, coordenadora de enfermagem da unidade.

IMG_0177

Em conjunto, a equipe multiprofissional garante aos bebês e à sua família um atendimento integral | Foto: Lucas Almeida

 

Confira a galeria de fotos: http://bit.ly/2f7d16t

(Texto: Vívian Guimarães | Fotos: Lucas Almeida)

Postado em Notícias na tag .