Embaixada do Haiti discute parcerias multissetoriais com prefeitura e governo do Estado

A embaixada do Haiti e a prefeitura do Rio de Janeiro podem fechar parceria para difundir a cultura do país caribenho nas escolas municipais e demais espaços cariocas, dentro da programação comemorativa ao 450º aniversário da Cidade Maravilhosa. O pontapé inicial do acordo aconteceu na última quarta-feira (12), durante reunião realizada entre o embaixador Madsen Chérubin e o assessor-chefe de Relações Institucionais, Diego Blanc, no Palácio da Cidade.

IMG_1461

Madsen Chérubin durante conversa com o assessor-chefe de Relações Institucionais da prefeitura, Diego Blanc

A ideia é que o país caribenho “presenteie o Rio” trazendo um pouco de sua história para a cidade. “Temos uma escola que leva o nome do Haiti. Seria ótimo que ela fosse o primeiro local a receber exposições, apresentações musicais e escritores da nação que homenageia”, afirmou Blanc.

Acompanhado pelo coordenador de Segurança Humana do Viva Rio, Ubiratan Angelo, o diplomata haitiano lembrou de outra paixão que aproxima Brasil e Haiti: o carnaval. “A festa de rua também também é um traço importante no Caribe e pode fazer parte dessa programação cultural”, apontou.

Após a conversa com Blanc, Chérubin seguiu para o Palácio Guanabara, onde encontrou-se com o subsecretário de Relações Internacionais, Pedro Spadale. As autoridades discutiram possíveis intercâmbios de políticas educacionais e de acesso a programas de nível  técnico, contemplando as cotas e os Centros Vocacionais Tecnológicos (CVTs). O embaixador haitiano também pediu flexibilização do processo de validação dos diplomas, principalmente os de Ensino Médio, e de renovação dos vistos de estudante.

IMG_1570

Intermediado por Ubiratan Angelo, Chérubin (esq.) conversa com Pedro Spadale

Spadale, por sua vez, mencionou do acordo de intercâmbio técnico-científico firmado entre a Polícia Militar do Rio de Janeiro e Polícia Militar do Haiti (PNH) em 2013. “Podemos realizar convênios similares em outros segmentos, como na prevenção de desastres naturais”, sugeriu.

Além de Ubiratan Ângelo, participaram da delegação do embaixador haitiano Madsen Chérubin no Rio os criadores do site “Haiti Aqui”, Robert e Mélanie Montinard.

Postado em Newsletter, Notícias na tag .