SOMOS TODOS ESPECIAIS

VIVA RIO EFICIENTE PROMOVE ACESSO A BENS CULTURAIS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA
Grupo de jovens com deficiência intelectual visita Museu do Meio Ambiente e Jardim Botânico.

O conceito da inclusão social parte do princípio de que, para inserir todas as pessoas, a sociedade deve ser modificada de modo a atender às necessidades de todos os seus membros. Nesse sentido, a inclusão social das pessoas com deficiência significa possibilitar a elas, respeitando as necessidades próprias da sua condição, o acesso aos serviços públicos, aos bens culturais e aos produtos decorrentes do avanço social, político, econômico e tecnológico da sociedade.

Devido à desigualdade e a exclusão histórica em nosso país, muitas pessoas com deficiência ficaram privadas do direito à cidade e, consequentemente, do acesso a bens culturais. Diante dessa realidade, o projeto Viva Rio Eficiente se propõe a promover o acesso de pessoas com deficiência a esses espaços, tais como: teatros, museus, parques, cinemas, entre outros.

No dia 03 de setembro, em parceria com o Projeto “Somos Todos Especiais” (https://www.facebook.com/projetosomostodosespeciais/), o Viva Rio Eficiente promoveu o acesso de um grupo de jovens com deficiência intelectual ao Museu do Meio Ambiente e ao Jardim Botânico, através do Programa Educativo do museu, que promove o diálogo entre ciência, cultura e educação norteado pelos conceitos de Biodiversidade e Sustentabilidade.

Nesta visita, os participantes tiveram oportunidade de percorrer os trajetos que são visitas mediadas que acontecem no arboreto do Jardim Botânico, traçando diálogo entre questões ambientais do mundo contemporâneo e a diversidade de espécies de plantas e animais da coleção viva do Jardim Botânico. Além disso, o grupo visitou a exposição “Darwin origens & evolução”, com 295 peças, entre coleções botânicas, fotos, documentos, fósseis e obras de arte conectadas com a trajetória do naturalista e biólogo britânico Charles Darwin.

Postado em Notícias.