Show de calouros reúne cultura e alegria

Cartazes coloridos, desfiles de fantasia e música contagiante marcaram a 2ª edição do Show de Calouros, realizada na última quinta-feira (09), na Unidade de Acolhimento de Adultos (UAA) Metamorfose Ambulante, no Lins de Vasconcelos, zona Norte do Rio. Um dia repleto de alegria, regado a confete e serpentina, com talentos para ‘dar e vender’.

Funcionárias da unidade exibem fantasias e animam o show de calouros | Foto: Amaury Alves

A música ‘Ritmo de Festa’ anunciou a entrada do coordenador da unidade, Rodrigo Carancho. Com sua incrível fantasia – camisa estampada de cores berrantes, terno brilhoso, peruca e óculos fundo de garrafa -, ele comandou o palco mesclando personagens da TV brasileira, com muita descontração e bom-humor. “Aqui vale tudo! Na vida todo mundo é artista e o palco hoje é todo nosso,” provocou os convidados, na maioria usuários da unidade.

O coordenador, Rodrigo Carancho, contagiou o público com seu bom humor | Foto: Amaury Alves

Distinguir usuários e funcionários não era fácil. A alegria e a cultura eram os atores principais e todos estavam contagiados pela mesma emoção. “É comum em eventos como este alguém perguntar quem aqui é paciente e funcionário. Isso mostra como preconceitos podem ser desfeitos de forma simples”, argumentou a psicóloga da unidade, Nathalia Silveira, que animou a festa ao lado de Rodrigo.

A psicóloga Nathalia Silveira também se divertiu com sua fantasia colorida| Foto: Amaury Alves

O palco montado com iluminação especial enfeitava o cenário. Espetáculos de dança, poesia e música contaram com a participação de três jurados, que sacudiam a platéia de forma teatral, ao dar notas para as apresentações. Entre os calouros estava M.P.R., 36 anos, há dois meses em tratamento na unidade. M. se envolveu com drogas e passou 15 anos na prisão. Depois de cumprir a pena conheceu o CAPS AD Paulo da Portela, que o encaminhou à Metamorfose Ambulante.

A alegria de sua participação no show correspondia à qualidade do bom acolhimento que tem recebido. “Não dá pra explicar como é bom o cuidado que recebo aqui. Melhor ainda é poder me divertir com os amigos e os funcionários”, festejou.

Ambiente colorido e músicas contagiantes, o evento uniu diversão e cultura | Foto: Amaury Alves

Situações semelhantes viveram os demais usuários da unidade e participantes do Show de Calouros. Momentos como este permitem a eles experimentar outras formas de viver não relacionadas ao uso de drogas. Além da música, os convidados puderam participar de sorteios de brindes e se deliciaram com muitos aperitivos: bolos, doces, frutas, sanduíches, sucos e refrigerantes.

A mesa farta com bolos, frutas, sanduíches e doces foi um dos atrativos| Foto: Amaury Alves

Eventos como este propõem uma nova forma de cuidado: mostram que ninguém precisa ficar à margem ou se excluir. Todos também podem ser espectadores. “Nós convivemos diariamente com estes usuários e essas oportunidades mostram como é fundamental transformar nosso cotidiano, propondo uma nova maneira de estar perto deles”, conclui o coordenador Rodrigo Carancho.

(Texto: Vívian Guimarães | Foto: Amaury Alves)

Postado em Notícias na tag .