SAMU Médio Paraíba tem quase 100% de aprovação em pesquisa de satisfação

Uma pesquisa realizada neste ano mostra que 93% dos usuários do SAMU Médio Paraíba avaliam o serviço como satisfatório. Foram entrevistadas quase 500 pessoas nos municípios de Barra do Piraí, Barra Mansa, Itatiaia, Pinheiral, Piraí, Porto Real, Quatis, Resende, Rio Claro, Rio das Flores, Valença e Volta Redonda. O SAMU Médio Paraíba, sob gestão do Viva Rio desde outubro de 2017, tem alcançado resultados bastante positivos na região.

O documento analisou, por telefone, os atendimentos realizados pelas equipes de saúde que chegam até o local e os resultados referentes à resolubilidade das reclamações recebidas. Foram avaliadas várias etapas do serviço: tempo de espera na central de regulação, qualidade do atendimento por telefone, tempo de espera pela viatura, qualidade do condutor da viatura e qualidade do atendimento do técnico ou enfermeiro. O serviço mais bem avaliado foi o atendimento por telefone e o serviço com maior insatisfação foi a espera pela chegada da viatura.

De abril a Junho de 2018 a Ouvidoria recebeu 4.665 chamados e foram entrevistou 429 usuários. Destes, somente 4% não consideram o atendimento do SAMU Médio Paraíba satisfatório. O gráfico abaixo representa a avaliação geral do serviço, que ultrapassou a meta, que era de 70% de satisfação.Essa pesquisa é uma poderosa ferramenta de avaliação dos serviços prestados, mas a Ouvidoria é o canal de comunicação e informação que permite realizar análises mais pontuais e direcionadas. Por isso, a Ouvidoria disponibiliza um canal de comunicação por meio do e-mail: faleconosco@vivario.org.br ou diretamente pelo site do Viva Rio www.vivario.org.br – ícone “Fale Conosco”. Neste último, o usuário pode registrar a sua manifestação via formulário online. As manifestações recebidas são encaminhadas à área técnica responsável para resposta, que deve ser dada no prazo máximo de 10 dias úteis, buscando a garantia do controle social e do aperfeiçoamento do atendimento.

A percepção dos usuários sobre as práticas dos serviços de saúde é de extrema importância para efetivação dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS), já que a população é a razão da existência dele. Por isso, os usuários devem ter o direito de avaliar, intervir e modificar o próprio sistema, em um movimento de fortalecimento da democracia em saúde. “Estou no projeto desde o início, e é uma satisfação muito grande ver que a opinião dos usuários melhorou. Porque o contexto mudou mesmo, é nítida a melhora. Hoje temos elogios, ainda existem pontos para melhorar, isso sempre terá. Mas não tem indicador melhor do que a fala do próprio usuário” afirma José Luiz da Silva, coordenador de Enfermagem do SAMU Médio Paraíba.

Postado em Notícias na tag , , .