Por uma política
de drogas mais
realista e eficaz

A Lei de Drogas brasileira fracassou sob todos os parâmetros. O país registra recordes de usuários abusivos, assiste ano após ano a milhares de mortes nas guerras do tráfico (e contra o tráfico) e continua a fortalecer os grupos criminosos ao prender usuários e pequenos traficantes em presídios dominados por facções. Tudo isso sem falar do atropelamento das liberdades individuais, das condições desumanas em que se vive nos presídios e do impacto desproporcional da política de encarceramento sobre negros, pobres, mulheres e principalmente jovens.

“A criminalização do consumo de drogas aproxima a população jovem do mundo do crime. É o contrário do que a gente busca.”
- Rubem Cesar Fernandes, diretor do Viva Rio

O Viva Rio articula uma rede ampla e ativa na Comissão Brasileira de Drogas e Democracia

Coordenado por nós, o CBDD se reúne em favor da descriminalização das drogas no Brasil e é composto por representantes de diversas áreas, incluindo políticos, juristas, policiais, religiosos, científicos e médicos. Atualmente, o exemplo que a organização busca seguir é o implantado por Portugal, com foco em tratar usuários como pacientes, e não criminosos.