Magdala Marc

Hoje o berimbau chora, um choro de profundo lamento. A terceira vez em menos de 6
meses.
Parte mais uma pessoa querida. Alguém que nos acompanha há mais de 10 anos. Mais
uma vítima da violência que voltou a aterrorizar a população haitiana que habita os guetos.
Magdala Marc, a Saúva, ingressou no Gingando em 2009, meses após o projeto ter sido
implementado nas ações da ONG Viva Rio Haiti. De personalidade forte e corajosa, dona
de uma voz imponente, foi selecionada para compor a primeira turma de assistentes.
Participou intensamente em todas as ações, sobretudo no pós-terremoto, quando os
atendimentos passaram de 500 crianças por dia. Saúva deixa um filho de 8 anos.
Para nós, fica a tristeza profunda e o sentimento de que realmente estamos em guerra.
Uma guerra insana e sangrenta que segue matando, que segue interrompendo sonhos e
traumatizando famílias inteiras.
Mas, seguiremos em nosso ideal com ainda mais força, transformando a dor e a revolta
em força, a tristeza em canto, em ginga.
Por você, Saúva, e por todas e todos que já se foram, mas que seguirão sempre com a
gente, seguiremos Gingando pela Paz!

 

Homenagem escrita por Flávio Saudade, Diretor Executivo do Gingando pela Paz

Postado em Notícias.