Clínica da Família cria grupo de Whatsapp para ampliar o apoio a gestantes

A equipe da Clínica da Família do Cantagalo/Pavão-Pavãozinho teve uma ideia para acompanhar melhor e por mais tempo a saúde das grávidas e novas mães da comunidade. Elas agora podem participar de um grupo de Whatsapp, chamado de Belas e Grávidas, que conta com a presença virtual da equipe de enfermeiros da unidade. Assim elas podem tirar dúvidas e trocar informações a qualquer hora e sem precisar ir até a clínica.

Todas as terças-feiras o grupo se encontra para um lanche com o objetivo de conversar e aprender sobre temas como DSTs, amamentação, sintomas de trabalho de parto e aborto espontâneo. Essa semana a aula foi sobre diabetes gestacional e teve direito a um jogo de perguntas e respostas sobre sintomas e tratamentos da doença. Também são realizadas atividades dinâmicas, como a criação de uma linha do tempo com memórias das gestantes e uma conversa com psicólogos sobre a transformação do corpo da mulher na gravidez. 

“Hoje mesmo a gente orientou uma gestante a ir para a maternidade porque ela estava em trabalho de parto. Ela começou falando no grupo que sentia contrações, nós perguntamos se estavam espaçadas e identificamos pelo que ela disse que já estava na hora”, conta Lohan Rodrigues, técnico de enfermagem da Clínica. “Muitas vezes elas ficam nervosas e a primeira coisa que fazemos é acalmar. Depois explicamos passo a passo o que devem fazer, e se necessário encaminhamos para a maternidade”.

A mãe de primeira viagem Elenilda de Lima está com 15 semanas e entrou no grupo dois dias depois de saber que teria um bebê. Ela sentiu cólicas que pareciam fortes demais, recorreu ao Whatsapp e rapidamente foi tranquilizada por uma enfermeira, que explicou que as dores eram normais.

“A gravidez é uma coisa nova para mim, é tudo novo, então às vezes bate desespero, a gente não sabe o que fazer. No grupo do aplicativo a gente consegue uma pequena consulta virtual, uma orientação sem ter que sair de casa”, disse Elenilda. “Aqui no encontro físico também aprendo muita coisa que quero colocar em prática. Descobri até que algumas coisas que a minha vó falava eram só mitos!”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Postado em Notícias na tag , .