AMOR NÃO É DOENÇA, É A CURA

Hoje é lembrado o Dia Internacional de Combate à LGBTfobia.⠀

A data foi escolhida porque, em 17 de maio de 1990, a Organização Mundial da Saúde (OMS) excluiu a homossexualidade da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde (CID).⠀

Desde o início do ano, nove pessoas foram assassinadas no RJ vítimas de LGBTfobia – quando o crime é cometido pelo fato de a pessoa ser lésbica, gay, trans ou afins.⠀
O estado do Rio de Janeiro é o quarto mais violento contra a população LGBT do país.⠀
De acordo com a Coordenadoria Especial de Diversidade Sexual do Rio (Cedsrio), o Brasil é o campeão mundial de mortes de LGBTs: foram 126 homicídios de janeiro a maio – ou um a cada 23 horas.⠀
Os números são lembrados nesta sexta 17 de Maio, Dia internacional de Combate a LGBTfobia

” Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele, por sua origem ou ainda por sua religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender, e se podem aprender a odiar, elas podem ser ensinadas a amar.” Nelson Mandela

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Globo.com

Postado em Notícias.